Esporte e lazer no Morro do Araçatuba

A dica de hoje é para aventureiros que gostam de desafios. Ou se você não é aventureiro (a) e prefere um programa mais tranquilo como um cineminha, que tal fazer algo diferente como subir uma montanha? Isso mesmo! Hoje falarei sobre a ida (subida) no Morro do Araçatuba, localizado no município de Tijucas do Sul/PR.

O Morro do Araçatuba é uma das montanhas mais frias do Paraná, pois recebe ventos sul sem nenhuma barreira. Ele é também uma das maiores elevações do Estado do Paraná e é toda coberta com campos de capim (campos de altitude) e rochas.

Como Chegar

Siga pela BR 376, que liga Curitiba a Joinvile/SC, aproximadamente 4 km após a segunda ponte sobre a represa do Voçoroca tem uma entrada para o Bairro do Matulão, siga esta estrada por 5 km (observe a placa indicando o Morro do Araçatuba em uma bifurcação) e chegará até o sítio de uma senhora muito simpática, que oferece um estacionamento no valor de R$ 10,00 por carro e banheiros na entrada da trilha (aproveite para ir ao banheiro antes de iniciar, pois depois é só mato rs).

trilha_informacoes

trilha_inicio

O dia agendado para subir o morro amanheceu nublado e no caminho começou a chover, mas depois de muito debater, resolvemos seguir com o plano de subir o morro do Araçatuba. Uma das partes que eu considero mais legais é a parada para o “café da manha”. Cada um do grupo leva um alimento (sanduíche, bolo, salgadinhos e etc) e antes de iniciar a caminhada juntamos todas as comidinhas, tomamos um belo café (na garrafa térmica) e aí sim, estamos prontos para iniciar a trilha.

O caminho começa com mata atlântica e o restante é a céu aberto, no nosso caso estava nublado, o que foi bom, pois seria bem mais cansativo com sol, mas confesso que a vista seria ainda mais linda. Por isso, se estiver com sol proteja-se.

trilha_montanhas

trilha_aracatuba

O primeiro trecho com mata atlântica é bem marcado e ainda há placas indicando o ‘cume’ e algumas rochas que auxiliam a manter a direção correta, por isso, preste atenção para não se perder. A subida é íngreme e eu que estou um pouco sedentária, sofri um bocado (rs), mas para quem está acostumado a subida é de leve a moderado.

morro_aracatuba

trilha_cume

trilha_aracatuba_tijucastrilha_morro_aracatuba

trilha_caminhos_montanhas

trilha_caminho

trilha_subidatrilha_subida_aracatuba

trilha_pedra

Meia hora de caminha é possível visualizar a paisagem do Morro do Araçatuba, quanto mais subimos mais encantados ficamos. Mas também tivemos um probleminha: o tempo. Cada vez mais nublado e c h u v a a a a! Eu adorei, fazia muito tempo que não tomava um banho de chuva e esse lavou a alma!

Outra grata surpresa foi ter a companhia de dois cãopanheiros, uma fêmea e um macho (a menina e o menino). Eles nos acompanharam na subida e na descida. Foram carinhosos e muito companheiros, sempre cuidando e observando o grupo. Eles me deram fôlego para continuar a subida. Foi simplesmente incrível!

trilha_paisagem

trilha_vista_2

trilha_vista

subida_trilha_morro

trilha_morro_tijucas

trilha_caes

vista_cume

Depois de 2h de caminhada decidimos retornar. O tempo foi ficando cada vez mais feio, a chuva engrossou, a neblina aumentou e ficamos com medo dos raios. Decidimos não nos arriscarmos e voltar outro dia para completar a caminhada. Acreditamos que com mais 1h de caminhada chegaríamos ao cume, mas infelizmente ficará para outra vez.

montanha_trilha

morro_tijucas_do_sul

A descida foi tranquila e com cautela, por conta da chuva, mas aproveitei para tirar mais fotos e contemplar a vista maravilhosa e me despedir do menino e da menina (os cãopanheiros).

trilha_equipe

paisagem_morro

dog_guia

E você já fez alguma trilha? Conta aqui nos comentários 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *